Câmara decide na terça sobre proibição de fogos de artifício

A sessão ordinária da próxima terça-feira (20) promete ser muito polêmica na Câmara de Vereadores de Jundiaí. A partir das 18 horas, será votado projeto de lei que proíbe a soltura de fogos com estampido na cidade. O texto já passou por audiência pública na Câmara de Jundiaí no dia 25 de maio e dividiu opiniões.

De autoria dos vereadores Faouaz Taha (PSDB), Rafael Antonucci (PSDB), Leandro Palmarini (PV) e Paulo Sérgio Martins (PPS), o projeto foi criado na tentativa de proibir a soltura de fogos com estouro acima do permitido. Fogos de efeito apenas visual estariam liberados.

O projeto de lei recebeu apoio da Associação de Veterinários de Jundiaí e Região, da Associação de Amigos Moradores do Santa Clara, do Conselho Municipal do Meio Ambiente, da Comissão de Meio Ambiente da OAB de Jundiaí, além do Conselho Municipal do Idoso, Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, da Ateal, entre outros. Por outro lado, comerciantes e funcionários de casas que comercializam os fogos estão apreensivos com a queda nas vendas e possível desemprego.

Em campanha on-line "Rojão em Jundiaí não!" junto aos abaixo-assinados distribuídos em mais de 30 pet shops da cidade, foram coletadas 2 mil assinaturas favoráveis ao projeto.

Recomendados para você